Diferenciando o leite em pó e o composto lácteo

 

Essa é uma dúvida muito frequente entre os pais, principalmente sobre o composto lácteo, porque pela maioria dos profissionais da saúde o consumo desse produto é sempre orientado.

 

Então vamos as explicações…

 

Leite em pó “é uma forma moderna de consumo de leite, que desidratado, tem sua longevidade estendida. O leite em pó é feito a partir da secagem do leite comum e para extrair a água, que compõe cerca de 90% da massa do leite, as fábricas fazem-na evaporar num processo lento, que não estraga as proteínas do produto.”

 

O que é um composto lácteo? “É o produto em pó resultante da mistura do leite e produtos ou substancias alimentícias lácteas ou não-lácteas, ou ambras.”
No entanto, composto lácteo é diferente do leite, assim o fabricante é obrigado a colocar a seguinte frase na rotulagem do produto: “Este produto não é leite em pó.”

 

Segundo a legislação, o composto lácteo é um produto a base de leite (base láctea de no mínimo 51%) que pode conter outras substâncias alimentícias lácteas ou não-lácteas, ou ambras.
Um dos ingredientes permitido acrescentar e por isso a atenção na rotulagem dos alimentos infantis tem que ser redobrada é o açúcar e seus sinônimos (muitas marcas no mercado acrescentam sacarose na composição) este não é o caso do ninho fases 1+. Outros ingredientes de extrema importância para o crescimento da criança compõe este produto: vitaminas (A, D, E, K e C), minerais (ferro, cálcio e zinco) , fibras, além teor de gorduras saturadas é menos que o leite de vaca.

 

O composto lácteo é muitas vezes recomendado para crianças maiores que 1 ano em substituição ao leite de vaca por serem produtos mais adequados.

 

Lembrando que cada caso é um caso, nunca deixe de consultar o profissional de saúde, para melhor acompanhamento do seu filho.